A cidade de Anicuns fica a 74 km de Goiânia e 282 km de Brasília, possui 20.272 habitantes (IBGE-2010) e uma população flutuante com cerca de 3 mil habitantes, no período de março a dezembro, devido a grande contratação de funcionários pela Anicuns S/A. Possui um boa estrutura hoteleira, restaurantes, pizzarias e bares.
Anicuns conta com diversas belezas naturais que atraem turistas de várias partes do Brasil, como o belo Lago do Sol, lugar de paisagem bucólica e que já serviu inclusive de set para filme de curta metragem, onde todos os anos é realizado o carnaval local, evento que traz multidões a cidade, movimentando todo o cenário regional com foliões em busca de diversão e lazer.

A Cachoeirinha de São José, Rio dos Bois, a 2 km da cidade de Anicuns e 500m do Lago Municipal, é um local aprazível e de grande beleza, as corredeiras formam um balneário natural, uma pista apropriada para prática de canoagem ou descida de botes. No mês de junho são realizadas competições de canoagem de nível nacional.

Outubro é o mês da devoção para os anicuenses. Sob o manto da fé, devotos comemoram a data alusiva ao santo católico padroeiro da cidade, São Francisco de Assis. Barraquinhas da amizade se espalham pelas ruas centrais e se unem aos parques de diversão que colorem as noites. Em meio ao clima, acontece o Desfile de Carros de Boi, que em 2014 chegou a sua vigésima edição. Carreiros, candeeiros e cavaleiros participaram do evento junto com seus belos animais em um desfile marcado por homenagens e momentos de emoção ao som dos berrantes, celebrando a tradição mantida.

 

A lenda do Boi de Ouro ainda povoa os sonhos dos habitantes de Anicuns. Conta-se que um enorme boi de ouro maciço estaria encravado sob da cidade, que surgiu a partir da grande descoberta do metal precioso. Garimpeiros sonhavam em encontrar o grande animal dourado, que, segundo a lenda local, repousava no solo anicuense.

No Poço Boi de Ouro estão as entradas para as galerias, hoje abaixo do nível da água. Para fazer o trabalho na época era preciso que bombas retirassem a água para o rio. Acredita-se que o poço no centro do lago tenha em média 600 metros de profundidade por 6 metros de largura. Depois do fim da mineração, o lago foi esvaziado um vez, em 1991, para ser retirada a bomba d'água.

Fotos: Cadú Produções.